Deus

Os cristaões ortodoxos creem em Chefe Único Santa Trinidade – Pai, Filho e Espíritu Santo. A Santa Trinidade são três Personalidades (hipóstase) únidas pela sua natureza santa e inseparáveis de uma a outra. O Deus é Espírito eterno, todo-poderoso e de toda bem-aventurança que criou o Mundo e todos nos, homens – para que nos glorificamos a Ele, e ao unirmos possamos atingir a santidade e que nos transformaremos nos filhos do Deus.

Icone «Trinidade», reverendo Andrei Rublev XV sec.

Jesus Cristo

Jesus Cristo é Filho do Deus, a segunda hipóstase da Santa Trinidade. Foi nascido na eternidae do Deus-Pai, e no tempo, em resulatado da concepção virgem  da Santa Virgem Maria. O Cristo é a palavra eterna do Deus, que “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nos, cheio de graça e verdade” (João. 1:14).

O Jesus Cristo é Deus-Homem é verdadeiro Deus e Homem perfeito. A natureza Divina e do Homem uniram-se para sempre no Jesus: O Deus tornou-se Homem.

O Cristo Todo-poderoso. Icone do mosteiro de Cinai (sec.VI).

A vida terrestre do Cristo que culminou em Crucificação, Ressuscitação e Ascencão para o ceu,  teve por objectivo resgatar a humanidade do poder do pecado e da morte. O Jesus Cristo com as suas prédicas e seus feitos  deu o novo sentido ao relacionamento dos homens e Deus e entre homens, deu nos os testamentos, mostrou exemplos de amor, misericórdia, docilidade, coragem e bondade. Ele foi crucificado no Cruz por pecados humanos e sacrificiou-se de forma perfeita, expiou do pecado com a sua Sangue Santa para o Reino Celeste. “Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53:5).      

«Sem fé no Jesus Cristo ninguem pode voltar ao Deus e entrar no Reino do Deus. Ninguem pode chamar-se aluno dele, mesmo creendo nele, se não actuasse como actuava o Jesus Cristo.» (Santo Innoquenti (Veniaminov), «Indicação do caminho ao Reino do Ceu »).

Ortodoxia

Ortodoxia é fé no Deus Triúno e a vida verdadeira com Cristo inseparável da Igreja fundada por Ele. Fé ortodoxa é fé que o Cristo passou aos apóstolos, e os apóstolos – ás novas gerações de cristões (ver. Jud. 3, 2 Efés. 2:15, 1 Cor. 11:2).

O único objectivo da Ortodoxia é salvar e consagrar cada homem, unir com Jesus Cristo na Igreja dele, comungar a vida eterna. É o sentido do Evangelho, ou a mensagem de bem-aventurança que o Jesus Cristo é o Salvador e Expiador que ressuscitou e atravez disso cada um de nos pode ter a vida eterna com felicidade no Reino do Deus.

«Ortodoxia é verdadeiro conhecimento do Deus e reverenciamento do Deus; é adoração do Deus com Espírito e Verdade, (…) é glorificação divina do homem – verdadeiro servidor do Deus por ofrece-lo a bem-aventurança do Espírito Santo» (Santo Ignáti (Brianchaninov)).

A Palavra «ortodoxia» significa «glorificação verdadeira», «verdadeira doutrina» que surgiu como denominação da fé verdadeira a diferença de heresias (doutrinas falsas).

Homem

O homem foi criado com imagem e modelo do Deus para poder ter toda a riquesa da vida, amor e alegria na comunicação com o Deus, adorar a Ele no Espírito e Verdade. «Os homens não foram criados só para viver na terra como os animais que desaparecem depois da sua morte, mas com o único objectivo de viver com Deus nem só cem ou mil anos, mas ter a vida eterna». Santo Innoquenti (Veniaminov), «Indicação do caminho ao Reino do Ceu»).

Cada homem tem seu valor interminável, pois leva em si o selo do Criador. O homen foi criado inocente mas não foi perfeito. O Adão (primeiro homem) foi criado  para que cada vez mais parecer o Deus, aperfeiçoar o seu conhecimento do Deus.

Entretanto no nascer da história aconteceu o  pecado original dos primeiros homens – Adão e Eva que desobedeceram o Deus e em resultado se tornaram perecíveis e foram amaldiçoados. A natureza deles foi alterada e a Imagem do Deus no homem foi obscurecida por pecado.

Cristo salva homens do Inferno. Fresco.

Mas o Deus apiedou-se dos homens e interviu no destino deles. «Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito para que todo aqueke que nele crê não pereça mas que tenha a vida eterna.» (João. 3:16). O Jesus Cristo, o filho do Deus tornou-se Único Intermediador que nos une com o nosso Pai.

O Cristo na sua natureza humana morreu na Cruz e nos libertou com a sua Sangue do pecado, da maldição e morte eterna. E no terceiro dia Ele ressuscitou para nunca mais morer e nos abrir o caminho para futura ressureição e a vida eterna. Depois da ressureição do Jesus Cristo a morte não tem o poder eterna nos cristões.

Igreja

A Igreja Ortodoxa é o corpo do Cristo, é a união do nosso Senhor Jesus Cristo e os seus homens reunidos pela fé única, sacramento e santa hierarquia. O único chefe da Igreja é o Cristo. A Igreja Ortodoxa é única, santa, da sé, apostólica, aberta para todos independentemente da nacionalidade, posição social ou qualquer outra pertinência.

A Igreja Ortodoxa é único navio de salvação em que o Deus reune os que creem em Ele.

Símbolo da Fé

O Símbolo da Fé é um breve sumário das pricipais verdades do cristianismo ortodoxo. O Símbolo da Fé foi composto pelos pais da Igreja Ortodoxa no dois Concílios Ecuménicos  (em anos 325 e 381).

Icone dos snatos pais do Primeiro Concílio Ecuménico.

O Texto:

  1. Creio em um só Deus Pai, Todo-poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis.
  2. E em um só Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, Unigênito, nascido do Pai antes de todos os séculos: Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai, por Ele todas as coisas foram feitas.
  3. Por nós homens, e pela nossa Salvação, desceu dos Céus e encarnou pelo Espírito Santo e pela Virgem Maria e se fez homem.
  4. Foi crucificado por nós sob Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado.
  5. E ressuscitou ao terceiro dia conforme as escrituras
  6. E subiu aos Céus, e se sentou à direita do Pai.
  7. De novo há de vir em Sua glória, para julgar os vivos e os mortos, e o Seu Reino não terá fim.
  8. E no Espírito Santo, Senhor que dá vida, procede do Pai e com o Pai e o Filho, é igualmente adorado e glorificado, e que falou pelos profetas.
  9. Na Igreja uma, santa, católica e apostólica.
  10. Professo um só batismo, para remissão dos pecados.
  11. Espero a ressurreição dos mortos.
  12. e a vida do século futuro. Amém.